Programação

MOSTRA AKUANDUBA


...

A ira de AKUANDUBA e a distopia do agora: como pensar o devir a partir de um presente distópico? Dos mais de 350 filmes inscritos no Fantacine, muitos se debruçam sobre a árdua tarefa de assimilar a distopia do agora, produzindo questões e inquietações que nos acorrentam às incertezas do porvir. Governos totalitários, síndromes desconhecidas, consequências do aquecimento global, criaturas antropozoomórficas, pós-humanidade, sobrevivência e memórias fantasmáticas. Por que nosso imaginário social sobre o futuro deságua numa estrutura de vasto sistema simbólico essencialmente negativo? Akuanduba, divindade da mitologia indígena, certamente terá deixado de tocar sua flauta para trazer ordem ao mundo. Através da construção deste pequeno recorte de obras que buscam compreender alguns anseios e temores da sociedade contemporânea, a relação entre os seres viventes (humanos ou não), a tecnologia e a política, nossos medos e projeções catastróficas são tecidas na tela por meio de uma potente e diversificada produção que vislumbra o futuro como imposição da necessidade de questionar o presente, as causas e efeitos que nos fizeram caminhar até aqui. Do cyberpunk ao pós-apocalíptico, do narrativo ao experimental, essa nova produção brasileira Sci-fi não parece se alicerçar apenas sobre o fio do niilismo, mas parte do desejo de refletir sobre um futuro que se desenrole a partir do "escovar a história a contrapelo". Para além da leitura de um devir que se baseie na história oficial do progresso, a radiografia desta produção e investigação destes processos individuais e coletivos se coloca como potencialidade de concepção de um futuro do ponto de vista dos vencidos, cuja identificação é o excedente utópico inscrito nas lutas dos oprimidos do passado e do presente. Nesse confronto entre o aparente pessimismo sobre o nosso tempo e o deleite sobre o desejo de prosperidade, talvez se revele justamente a conjuntura que nos permite pensar o lugar da utopia e o que almejamos enquanto sociedade.

Gian Orsini, curador da Fantacine


APRESENTAÇÃO




FILMES




Ex-Humanos

de Mariana Porto

2019 | Pernambuco | LIVRE | 17 min.

LU-MEN

de André Ottero & Murilo Rocha

2020 | Bahia | 16 anos | 15 min.

NAVE MÃE

de Eloi Leones e Yuri de Carvalho Lobo

2017 | Rio de Janeiro | LIVRE | 5 min.

TÁ FODA

de Aline Golart, Denis Souza, Fernanda Maciel, Icaro

2020 | Rio Grande do Sul | LIVRE | 4 min.

MISSÃO BERÇO ESPLÊNDIDO

de Joel Caetano

2021 | São Paulo | 10 anos | 4 min.

SOBRE NOSSAS CABEÇAS

de Susan Kalik e Thiago Gomes

2020 | Salvador | 12 anos | 15 min.

Carta ao presidente Francis Pierce ou Algo sobre n

de Well Darwin e Psicotikka

2017 | São Paulo | LIVRE | 6 min.

E Agora, Você

de Edson Lemos Akatoy

2020 | Paraíba | LIVRE | 14 min.

O prazer de matar insetos

de Leonardo Martinelli

2021 | Rio de Janeiro | LIVRE | 10 min.

Atrofia

de Geisla Fernandes e Wllyssys Wolfgang

2018 | Pernambuco | 14 anos | 15 min.

DNA-M: Deus não acredita em máquinas

de Ely Marques

2019 | Paraíba | 12 anos | 15 min.

Compartilhe a Fantacine:

    Whatsapp